por favor não desapareça.

eu disse isso silenciosamente

para ela

ela desaparece

já que longe

já que mar

já que o mar é melhor do que aqui. do que ali.

já que o mar é também casa.

já que o sol brilha mais amarelo do que essa tela.

mesmo que os olhos não suportem.

no sol eles podem se fechar.

eu disse.

não suma.

sua mão,

consumida,

só ela aceitou.

e ela

distante.

num instante

sumiu.

e no entanto sempre chega um vento seu.

mesmo que desapareça.

.

eu disse a ele

não desapareça

e desapareci.

.

mesmo que eu não queira, não perceba e não pense.

ele passa por aqui

mesmo que ele não queira, não perceba e não pense.

e só pese o longe

ele vem leve.

vem e me leva.

.

com a verdade das incertezas dela

que pesa.

Comentários

Postagens mais visitadas