início

.
.
.
.


na mala ele trouxe uma corda de violão e um daqueles negócios que a gente usa pra colocar ou tirar parafusos.
alguns dias depois ele trouxe um chaveiro com escrito "você é luz" e colocou na chave que dei pra ele quando ele chegou.
frases de músicas brega faziam parte de nosso dia-a-dia. e nenhum raio parecia incomodar aquelas noites de estrela e luar.
a gente olhava pra elas da sacada, um pouco pra dentro porque fazia frio. e meus dedos gostavam de se perder nos cabelos que ele por sua vez ia perdendo pouco a pouco.
eu gostava mais da luz e ele do escuro, pois dizia que assim éramos mais bonitos. já eu gostava de ver todos os seus defeitos, mas aceitava o escuro pra brincar de ver outras feições em seu rosto. tinha a impressão de que aquelas mudanças causadas nos rostos pela escuridão nos tornava outros. era uma boa maneira de conversar com estranhos.
e quando eu deitava e escutava seus dedos que conversavam comigo, desenhando meu corpo sobre o meu corpo com o dedo desnudo, não era o escuro ou a luz que importavam. sempre me perguntei se a frase do chaveiro não fosse um elogio mas apenas uma constatação dessa minha preferência pela luz, mas também não me importava muito com isso.
na mala ele trouxe uma corda de violão pois eu já tinha cinco e ele disse que como num conto iria me completar, não sendo minha metade, mas minha sexta parte, pois eu tinha muito mais a oferecer. era mentira, mas era uma verdade dele. disse que trouxera a chave-de-fenda pra compensar me ajudando com pequenos serviços na casa. ele sabia que na minha casa faltava uma chave-de-fenda, pois no dia em que nos conhecemos eu estava pedindo uma ao vizinho.
com uma chave-de-fenda e uma corda de violão ele veio pra me completar. me senti um tanto espaçosa com essas condições, mas confesso que não desgostei. e aceitei. e foi por isso que ele veio. num escuro quase claro de um dia que ameaça nascer.

Comentários

obrigado pelo teu comentário :) vc eu comecei a ler o teu blog e gostei bastante há poemas tão fortes e precisos, tu moras onde? um abração do chris

Postagens mais visitadas