para três tons de marrom

>

>

>

vem cá, me conta, o que se passa entre três calores distantes? entre três mares que eu nunca vi? vem cá me conta pra eu ser um pouquinho junto.

faz tempo que me despedi de onde parti, mas ainda não cheguei em minha casa. me deixo na passagem, mais uma vez.

mas, vem cá, me conta, como vai teu pai? como vai teu amor? como vai tua amiga? e aquelas músicas que não cantas mais? canta pra mim? eu trouxe a janela do teu quarto comigo pra poder fumar contigo. me conta dos olhos azuis que te apaixonam, senta comigo na lama e me bota no táxi com cheiro de citronela que leva a gente embora pro mesmo lugar? me conta do cachorro que cruzou na tua vida, das aventuras nessas noites perdidas e lê comigo um bom texto antes de dormir?

me dá a mão pra atravessar a rua? me espera com um cuscuz ou uma massagem? eu prometo que te retribuo com um arrepio de beijo no ouvido, com um dedo no teu umbigo ou com uma conversa entre mulheres pra gente rir. ri da minha cara e canta no chuveiro? diz que eu sou impossível, uma gracinha e meu quarto um pardieiro?

não esquece de mim?

Comentários

Postagens mais visitadas